sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Bolinhos




 "Tia dá Bolinho?"

"Tia Pão por Deus, há merendola? Saca cheia, vou-me embora"
"Tia, dá Bolinho? Se o tem e não quer dar, Deus lhe parta o alguidar, quando o for amassar!" 
Estas e outras frases se utilizam pela rua, em coro, nas vozes das crianças,  no dia 1 de Novembro.
Saca na mão, a palavra de ordem é pedir a todas as portas possíveis, mesmo que a saca já esteja muito pesada.


  A receita do nosso bolinho:
- Ingredintes na quantidade mais ou menos acertadas;
- Cuidados básicos de higiene garantidos;
- Vontade de experimentar e de arriscar;
- Muito amor às colheradas;
MÃOS À OBRA!!!

Mistura-se a aventura com o medo de ficar com as mãos sujas de ovo,  experimenta-se a massa crua pelo cheiro do limão e da canela, prova-se pelo sabor e textura e pede-se socorro... a massa está agarrada às mãos!
Um jeitinho aqui, um enrolamento ali e está tudo pronto para ficar
DELICIOSO! 
Pedimos a ajuda de alguns familiares: 


 Massa pronta, fomos transformando pequenas quantidades em bolinhas que rodámos na mesa e nas mãos, com farinha seca, com muito cuidado "como se fossem ovos", para não ficarem coladas às mãos;

Colocados em tabuleiros, foram para o forno em casa da avó Amália, que os cozeu.


 Enquanto os bolos coziam, fomos explorar o espaço; as espigas de milho secavam, muito arrumadinhas na eira, depois de terem sido descamisadas.
 

Fomos almoçar enquanto a Avó Amália colocava os últimos bolos no forno.


 Ficaram deliciosos!

 As saquinhas decoradas  aguardam junto da masseira cheia de bolinhos, enquanto esprememos as laranjas para fazer sumo natural e comemos os primeiros bolinhos. 

 Decoradas com tintas, utilizando espigas de trigo e folhas secas, na técnica da carimbagem, irão para casa, transportando um verdadeiro tesouro.



 
Amanhã chegará o momento de fazer cumprir a tradição; iremos pela rua, pedindo a todas as portas: "Tia dá Bolinho?"
Estamos prontos 
E cá vamos nós...
video
 


 

Sem comentários: