terça-feira, 1 de novembro de 2016

Recomeço

É o momento de recomeçar com sorrisos e diversões e receber o sorriso de quem sabe que vai ter mais um dia feliz (ou muitos) pela frente. 
É o reencontro com os velhos amigos e o início de novas amizades, que se renovarão ano após ano; é o tempo de brincar muito. 

 

Para algumas crianças é o primeiro contacto com alguns materiais, que exercem sobre elas uma grande atração. As tintas na sua conjugação de cores cativam aqueles que apresentam alguma relutância em se sujar.

 

 


 

O Sol e o bom tempo são facilitadores das descobertas na Natureza; fazem-se as primeiras saídas à rua e aprendem-se as regras de segurança.
Observam-se as cores das árvores, escuta-se o som das folhas secas a cair e ao serem pisadas no chão, colhem-se folhas de várias cores, observa-se  e desfruta-se do ambiente.
 

 
video
 
 O pic-nic é a cereja no topo do bolo

 Experimentar a força e o equilíbrio e subir ao ponto mais alto... é uma vitória para cada criança. A entreajuda é um valor social importante para descobrir nesta idade; juntos fazemos mais e melhor; juntos conseguimos!

 
 

video



 



Exploramos o espaço envolvente na comunidade e caminhando pelo campo encontramos o milho pronto a ser colhido;


 De novo na sala, cansados mas felizes, repousamos.
 
Exploramos os materiais recolhidos na Natureza; com eles criámos, colamos e brincámos.
 Surgiu a história " O senhor Mago e a folha"; 


 

 

 

 As espigas chegam à escola, na mochila de uma criança e há sempre uma história que relaciona os acontecimentos - "Iaci e a boneca"


Constroem-se bonecas à semelhança da boneca da história
video

Surge uma proposta: vamos fazer um desfile com as bonecas de espiga de milho:
video
 
Nasce uma história circular no conjunto de várias bonecas
(Ainda não disponível) 


Falamos da secagem do milho e vamos descobrir as "eiras" com os seus encantos para explorar: encontramos feijão, milho e trigo já colhidos e secos;

 

No regresso surgem mais histórias : "a galinha ruiva e o outono".


Debulham-se as espigas de milho e de trigo;
Como se transforma o trigo em farinha?

Não sabemos...
Vamos ver no moinho - é uma promessa que em breve será cumprida.
Como se faz o pão? Vamos amassar, cozer e comer pão, do melhor que pode haver: feito pelas nossas mãos.
 Na semana seguinte, o bolo não podia faltar, pois também é feito com farinha de trigo


 Mas a nossa alimentação não é constituída só por pão.
O que comemos, como comemos e o que devemos comer? 
Surge a roda dos alimentos, que nos ensina tudo isto; que alimentos pertencem a esta roda e quais não pertencem? É um longo trabalho de recortes, conversas e colagens, onde também  entra a matemática.

Surge a história de Eric Carle "A lagartinha comilona"


Na expressão dramática imaginamos que somos lagartinhas que comem... comem... tal como na história. Construímos um casulo e ficamos lá, muito enroscadinhos até poder sair como... uma BELA BORBULETA!



 
 
 
 
 O sol e o bom tempo são companhia constante e quando ele se esconde... inventa-se um SOL só para nós!

 No exterior as folhas secas amontoam-se; é necessário retirá-las para podermos brincar; participar no cuidado dos nossos espaços também é uma atitude a aprender; e que bom é ter responsabilidade para fazer estas tarefas!

 
 


Sem comentários: